Viva!

Não queiras ser famoso. 
Não queiras ser um armazém de regras. 
Não queiras apreender a função das coisas. 
Não queiras ser o mestre do conhecimento que manipula. 
Procura compreender o mais algo degrau das coisas, 
viajando a um nível em que não há sinais, 
exercitando plenamente o que recebeste da natureza, 
negando tudo o que há de pessoal e subjectivo em ti. 
Numa palavra: procura o vácuo sem ideias.

Tchuang-Tseu, filósofo chinês, século III ou II a. C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Quanto é necessário para ser feliz?

Não é preciso nascer em berço de ouro ou ganhar na loteria para compor reservas. A maior necessidade reside em escolher um padrão de vida c...