Os dois caminhos


Quando o primeiro raio de sol se fizer presente em teu dia, 
não esquece de agradecer por mais este milagre.
Quando a primeira estrela aparecer e teus olhos a encontrarem,
saibas que esta é apenas a primeira que ser-te-á dada esta noite,
pois além das outras a lua também virá para te fazer companhia.
Quando o céu escurecer e as nuvens pesadas anunciarem a grande chuva,
percebe os ventos que a antecedem e vê como sacodem a natureza e
fica contente, a chuva que cai alimenta até mesmo a sede da tua alma.
Quando teus olhos percorrerem as colinas que brotam da tua alegria, sê grato,
quando permites, a sabedoria te é dada e a comunhão com Deus é presente.
Quando teu humor estiver ruim e tua energia estiver bloqueada
pela falta de alguma coisa, lembra que há dois caminhos a percorrer:
ou fecha tuas portas para a vida e deixa a luz brilhando lá fora,
ou sê a própria porta, a própria luz e o próprio conhecimento.
(Bahaísmo: Promulgação da Paz Universal, 451 "O livro do bem", PubliFolha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Uma Resposta

Somos a resposta exata do que a gente perguntou Entregues num abraço que sufoca o próprio amor Cada um de nós é o resultado da união De ...