Quem sou eu?


Eu tenho um corpo, mas eu não sou meu corpo.
Eu posso ver e sentir meu corpo,
E o que pode ser visto e sentido não é o verdadeiro vidente.
Meu corpo pode estar cansado ou excitado,
Doente ou saudável, pesado ou leve,
Mas isso nada tem a ver com meu eu interior.
Eu tenho um corpo, mas eu não sou meu corpo.
Eu tenho desejos, mas eu não sou meus desejos,
eu posso conhecer meus desejos,
E o que pode ser conhecido não é o verdadeiro. Conhecido.
Desejos vêm e vão, flutuando através de minha percepção,
Mas eles não afetam meu eu interior.
Eu tenho desejos, mas não sou desejos.
Eu tenho emoções, mas eu não sou minhas emoções.
Eu posso sentir minhas emoções,
E o que pode ser sentido não é o verdadeiro senciente.
As emoções passam através de mim,
Mas elas não afetam meu eu interior.
Eu tenho emoções, mas eu não sou emoções.
Eu tenho pensamentos, mas eu não sou meus pensamentos.
Eu posso conhecer e intuir meus pensamentos,
E o que pode ser conhecido não é o verdadeiro conhecedor.
Pensamentos vêm a mim e pensamentos me deixam,
Mas eles não afetam meu eu interior.
Eu tenho pensamentos, mas não sou meus pensamentos.
Eu sou o que permanece, um centro puro de percepção,
Uma testemunha impassível de todos esses
Pensamentos, emoções, sentimentos e desejos."
(Ramana Maharshi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Uma Resposta

Somos a resposta exata do que a gente perguntou Entregues num abraço que sufoca o próprio amor Cada um de nós é o resultado da união De ...