Que eu me torne...


Que eu me torne em todos os momentos,
agora e sempre,
Um protetor para os desprotegidos,
Um guia para os que perderam o rumo,
Um navio para os que têm oceanos a cruzar,
Uma ponte para os que têm rios a atravessar,
Um santuário para os que estão em perigo,
Uma lâmpada para os que não têm luz,
Um refúgio para os que não têm abrigo,
E um servidor para todos os necessitados.

(Gyatso (Dalai Lama), 2000)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Quanto é necessário para ser feliz?

Não é preciso nascer em berço de ouro ou ganhar na loteria para compor reservas. A maior necessidade reside em escolher um padrão de vida c...