quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Nas Aflições da Vida


Deus todo poderoso, que vedes nossas misérias,
dignai-vos escutar, favoravelmente,
a súplica que vos dirijo neste momento.
Se meu pedido for inconveniente, perdoai-me;
Se for útil e justo aos vossos olhos,
que os bons espíritos que executam as vossas vontades,
venham em minha ajuda para a realização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Tudo que sei, tudo que vejo

Com meus olhos posso enxergar até onde minha ignorância permite. Depois disto, nada mais posso ver.