Mestre Me Permita...


 Mestre,  faz de mim um instrumento de tua luta!
Onde houver fé cega, que eu leve a razão;
Onde houver racionalismo, que eu leve o encanto;
Onde houver resignação, que eu leve o entusiasmo;
Onde houver dogmas, que eu leve a dúvida;
Onde houver rotina, que eu leve a crise.
Porque este ainda será um mundo de paz, 
sem nunca deixar de haver lutas !


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Sinto Saudades

Ai se eu disser que não sinto saudades,  eu minto pra poder viver... (Refrão da musica Trás Os Montes de Roberto Leal)