segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Prece Irlandesa

Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente às suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos...
E, até que nos encontremos de novo,
Que a vida lhe guarde na palma de Suas mãos.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Tudo que sei, tudo que vejo

Com meus olhos posso enxergar até onde minha ignorância permite. Depois disto, nada mais posso ver.