O Sábio Já Um Foi Tolo


Antes ser tolo por algum tempo,
do que ser tolo por toda a vida.

Só temos consciência do belo quando conhecemos o feio.
Só temos consciência do bom quando conhecemos o mau.
Porquanto, o Ser e o Existir se engendram mutuamente.
O fácil e o difícil se completam.
O grande e o pequeno são complementares.
O alto e o baixo formam um todo.
O som e o silêncio formam a harmonia.
O passado e o futuro geram o tempo.
Eis porque o sábio age pelo não-agir, e ensina sem falar.
Aceita tudo que lhe acontece. 
Produz tudo e não fica com nada.
O sábio tudo realiza - e nada considera seu.
Tudo faz - e não se apega à sua obra.
Não se prende aos frutos da sua atividade.
Termina a sua obra, e está sempre no princípio.
E por isto a sua obra prospera.
(Lao Tsé; Tao Te Ching - verso 2)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Uma Resposta

Somos a resposta exata do que a gente perguntou Entregues num abraço que sufoca o próprio amor Cada um de nós é o resultado da união De ...