sábado, 15 de março de 2014

As rosas e o jardineiro

Para as rosas, escreveu alguém, o jardineiro é eterno. 
(Machado de Assis)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Tudo que sei, tudo que vejo

Com meus olhos posso enxergar até onde minha ignorância permite. Depois disto, nada mais posso ver.