quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Eu também não sei...

Porque existe riso? Porque existe alegria se o mundo está sempre em chamas? 
Porque não procuras a luz, tu que estás rodeado de escuridão?
(Dhammapada, 146)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Tudo que sei, tudo que vejo

Com meus olhos posso enxergar até onde minha ignorância permite. Depois disto, nada mais posso ver.