domingo, 23 de dezembro de 2012

Ego e Consciência

Como dois pássaros dourados pousados no mesmo galho,
intimamente amigos, o ego e a consciência habitam o mesmo corpo.
O primeiro ingere os frutos doces e azedos da árvore da vida;
o segundo tudo vê, em seu distanciamento.
Rigveda I: 164.20

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Tudo que sei, tudo que vejo

Com meus olhos posso enxergar até onde minha ignorância permite. Depois disto, nada mais posso ver.