quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Como vemos o mundo

Onde você vê um obstáculo,
alguém vê o término da viagem e o outro vê uma chance de crescer.
Onde você vê um motivo para se irritar,
alguém vê a tragédia total e o outro vê uma prova para sua paciência.
Onde você vê a morte,
alguém vê o fim e outro vê o começo de uma nova etapa.
Onde você vê fortuna,
alguém vê a riqueza material, mas outro pode encontrar,
por trás de tudo, a dor e a miséria moral.
Onde você vê teimosia e alguém vê a ignorância,
um outro compreenderá as limitações do companheiro,
percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo,
e que é inútil querer apressar o passo do outro, a não ser que ele deseje isso.

Extraído do livro: Palavras Simples, Verdades Profundas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Eu amarei a luz...

“Eu amarei a luz porque ela me mostra o caminho.  Contudo, eu suportarei a escuridão pois ela me mostra as estrelas.” (Og Mandino) Og Mandin...